Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

olhos que lêem

vou deixar-te acreditar que decifraste o meu olhar, com a certeza que de mim não sabes mais nada.

quanto mais eu leio, mais aprendo a fazer silêncio

16.04.21 | olhosqueleem

127055114_3625129564214641_5425029205161178844_n.j

Imagem de Brigit Stern (1970)

Quanto mais eu leio, mais aprendo a fazer silêncio, mais entendo sobre tolerância, as coisas quase invisíveis.
Quanto mais eu leio, mais bonito o mundo fica, mais as imperfeições me observam, me ensinam.
Quanto mais eu leio, mais os meus olhos vêem, mais os mundos tangíveis e intangíveis pousam nas minhas mãos.

(reeditado 25.11.2020)

 

foi difícil esta ausência

13.04.21 | olhosqueleem

amarelo torrado.jpg

Aos poucos fui escrevendo por aqui que estava doente, anemia, esgotamento...o primeiro diagnóstico. Mas as coisas foram mais graves, pelo meio fiz uma cirurgia a um rim (tinha pedra), e dores imensas que eu achei serem do rim, mas continuavam...era o pulmão, um enfisema pulmonar a uma pessoa que nunca fumou (há uma explicação médica, há muitos anos fiz uma cirurgia em que estive entubada e em coma induzido (há cerca de 15 anos), diz o médico que muitas vezes ao colocarem a pessoa entubada, entra ar para os pulmões, se houver uma falha médica ou de enfermagem ( opinião de dois pneumologistas diferentes, que não se conhecem). Eu ainda estou a aprender a conviver com esta realidade, a reagir mal aos broncodilatadotres... e neste momento faço apenas ginástica respiratória.

Aquilo que parecia fácil, tornou-se uma descida ao fundo de um poço escuro. Estou a fazer a subida, sem desistir, vejo luz, serenidade, força... sei que o caminho é em frente.Acredito.

Em todo este processo estive 3/4 dias que não fui mesmo capaz de me levantar da cama para ir trabalhar, além dos dois dias que passei no hospital Beatriz Ângelo onde fui muito bem tratada por uma equipa fantástica.

Tenho que agradecer a todos os que me deixaram palavras de incentivo, comentários a que eu nem respondi (desculpem), mas li tudo e desta forma simples dizer que estou de volta à escrita, ao blogue, aos amigos, à vida.

Irei aos poucos lendo o que perdi da vossa escrita...

A imagem não traduz mais que o amarelo torrado de que gosto, que dizem ser uma cor com boa energia...faz lembrar um lugar que vos falei um dia há muito tempo, mas continua ainda sem visitas (não o esqueci) e todos irão receber a informação de onde fica. 

Estou de volta a este lugar, tão meu, que me fez tanta falta.

isso é força

07.04.21 | olhosqueleem

124165225_4913859961988110_487753346309102525_n.jp

A força não vem da vitória. São as lutas  que desenvolvem os teus pontos fortes.

Quando passas por dificuldades e decides não te render, isso é força. É essa força, coragem, ousadia, que nos leva a ir mais longe e a não cruzar os braços nas adversidades da vida.

 

secura

02.04.21 | olhosqueleem

secura.jpg

 
 
Tarde de primavera.
Como quem é do mundo,
Bebo sol e quimera,
E mergulho as raízes mais no fundo.
 
Vida! 
O tutano da terra — seiva!
A semente aquecida 
No carinho da leiva!
 
O que um ser de dois pés sabe dizer!...
Infelizmente, isto de germinar,
Nem se faz a morrer,
Nem se faz a pensar.
 
Diário I 
 
Coimbra, 30 de Março de 1938.
 
Desejo a todos uma Santa Páscoa.
 

Pág. 2/2