Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

olhos que lêem

vou deixar-te acreditar que decifraste o meu olhar, com a certeza que de mim não sabes mais nada.

novembro de 2018

13.01.21 | olhosqueleem

lugares meus.jpg

Memórias passadas...dos lugares que são meus, mas não existem mais como na foto. Tudo foi devastado pelos incêndios.

Existem as serras, a bruma, as pedras, uma amplitude maior do horizonte. Dizem que a terra estará segura quando nos sentimos seguros em nós mesmos. É exactamente o que sinto quando a vida me permite regressar aqui, segurança, paz...

 

3 comentários

  • Imagem de perfil

    olhosqueleem

    14.01.21

    Etan,
    Até me arrancou um sorriso. Senhora das serras, onde hoje nada existe a não ser ervas que foram nascendo ao acaso... Depois não é um manto é um casaco comprido que uso vulgarmente. E sim E pretendo expor a minha imagem além disso, ainda que o meu futuro afilhado André quando fizer (em data imprevista) a sua primeira comunhão deva colocar uma série de fotos no blogue da Mãe.

    Sou acima de tudo um ser humano comum, que num dia de chuva olha para os lugares que são seus e não subi a serra por gosto. Talvez não conheça mas nos lugares mais interiores do país as terras são separadas das dos vizinhos por marcos (pedras como as que vemos à beira da estrada a indicar os km) e a minha subida teve a ver com isso. Porque acredite não é agradável subir serra acima, quase perder o fôlego, mas depois de lá chegar é bom contemplar a paisagem, mesmo com nevoeiro e chuva.

    Um excelente dia

    Ana

  • Imagem de perfil

    Etan Cohen

    14.01.21

    Caríssima
    Se for ao artimanhas de hoje está lá o que me inspirou aquela foto que lhe falei.
    Um bom dia
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.