Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

olhos que lêem

vou deixar-te acreditar que decifraste o meu olhar, com a certeza que de mim não sabes mais nada.

um lugar tranquilo

01.02.21 | olhosqueleem

um lugar tranquilo.jpg

Cada um de nós conhece um lugar assim, pleno de paz a que chamamos de nosso refúgio ou onde simplesmente gostamos de nos sentar e pensar....

Bem sei que a chuva não dá tréguas, ainda estamos no inverno e o confinamento nos obriga a estar em casa. Nestes bancos de pedra passei horas a estudar há alguns anos (muitos...no passado), mas também já me perdi por lá a ler. Não é um local aberto ao público, mas quem conhece pode ir...há um chá ou um café que é oferecido aos visitantes. Nada é pago. Mas se quiser pode sempre deixar uma(s) moeda(s) antes de abandonar o espaço.

Sem nenhum egoísmo, porque me é pedida confidencialidade um dia prometo que vos revelo onde é este lugar que chamo de meu. Gosto da mesa onde as camélias nos caem em cima como se vê na imagem...gosto da simplicidade, da beleza e da paz que ali se reúnem. Ninguém fala a plenos pulmões, mas num murmúrio suave que não perturbe os outros.

E é verdade as árvores estão a precisar de ser podadas, os recantos do jardim cuidados...mas há valores mais nobres que passam a primeiro plano.

26 comentários

Comentar post